Banner topo

header ads

MEGA-ASSALTO: Jovem que teve os pés decepados em explosão deixa o hospital


O auxiliar de marcenaria Clayton Teixeira Soares, de 26 anos, que sofreu amputação severa de membros inferiores devido explosão de artefato deixado pelos bandidos que atacaram Araçatuba, na madrugada do dia 30 de agosto, deixou o hospital na manhã desta sexta-feira (10).

Confira as vagas de emprego para Araçatuba e região

 

Foram 11 dias de internação médica na Santa Casa de Misericórdia de Araçatuba, uma cirurgia ortopédica, e a mudança para sempre na vida do jovem. Clayton perdeu os dois pés e parte dos dedos de uma das mãos.

 

Durante o período em que esteve no hospital, uma verdadeira corrente solidária se formou para ajudar o rapaz. Por meio de uma vaquinha virtual, cuja meta era conseguir R$ 15 mil, foram arrecadados mais de R$ 40 mil. O dinheiro será para ajudá-lo a recomeçar a vida, agora na condição de deficiente físico.

 

A ampla divulgação sobre a condição de Clayton também sensibilizou a diretoria da empresa Bionicenter, de São José dos Campos, especializada no setor, que fez a doação de um par de próteses, avaliado em R$ 40 mil. O pacote inclui todo a adaptação e treinamento para uso das próteses.

 

DEMAIS VÍTIMAS

Outros dois pacientes, vítimas do ‘mega-assalto’ registrado em Araçatuba, continuam internados na Santa Casa. O homem de 38 anos segue se recuperando com estado clínico estável, mas sem previsão de alta.

 

Já o homem de 31 anos, cujo estado clínico é grave, porém estável, continua ocupando leito de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), respirando com a ajuda de aparelhos e, ainda não teve condição de saúde para fazer uma das cirurgias indicada para o caso dele.

 

O ‘mega-assalto’ de Araçatuba terminou até agora com quatro pessoas mortas sendo eles, dois moradores da cidade e dois suspeitos de envolvimento no crime.

 

O crime continua sendo investigado pela Polícia Federal, que já fez pelo menos sete prisões de suspeitos de participação no ataque.

Fonte 018 News

Postar um comentário

0 Comentários