Banner topo

header ads

Árbitro agredido por jogador recebe alta hospitalar; "vou ficar bem logo, logo"

O árbitro Rodrigo Crivellaro teve alta do hospital na manhã desta terça-feira (5), após ser agredido com chutes por um jogador do São Paulo de Rio Grande, durante partida pelo Gauchão da Série A2, na noite de segunda-feira (4). "Estou bem, tudo certo. Graças a Deus não foi nada grave. Vou ficar bem logo, logo", disse na saída do hospital. Rodrigo agradeceu as mensagens de carinho de amigos, familiares e conhecidos e disse que ainda não viu as imagens da agressão. "Nem mexi muito no celular, depois vou ver com calma. Agora vou descansar, ficar mais tranquilo". Veja o vídeo da agressão abaixo

   

 William Ribeiro, jogador do São Paulo de Rio Grande, foi preso em flagrante por tentativa de homicídio. A Justiça deve analisar a prisão em flagrante e decidir se mantém o atleta preso ou se ele poderá ser liberado. O g1 tenta localizar a defesa de Ribeiro. 

Segundo o delegado Vinícius Assunção, o caso é uma tentativa de homicídio uma vez que o jogador atacou o árbitro com violência. "Ele desferiu um golpe muito forte, violento, na cabeça do árbitro fazendo com que ele desfalecesse e fosse encaminhado ao hospital", diz. Conforme o delegado observou, o árbitro "não tinha condição de defesa". "Ele já tinha levado um golpe quando estava em pé e caiu sem chance de defesa. Poderíamos estar diante de uma morte e até uma lesão cerebral gravosa", afirmou o delegado. 

AGRESSÃO
O fato ocorreu aos 14 minutos segundo tempo, como mostra o vídeo. Após não ser marcada uma falta, o jogador reclama com o árbitro, que assinala a infração dele. Em seguida, William desfere dois chutes em Crivellaro, um deles já caído no gramado. Ele fica imóvel após sofrer a agressão, e jogadores das duas equipes chamam atendimento médico. A partida foi suspensa. Em nota, a Federação Gaúcha de Futebol lamentou a agressão e desejou pronta recuperação a Crivellaro. O Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-RS) irá averiguar os fatos e tratar das respectivas sanções. O São Paulo de Rio Grande se manifestou lamentando o ocorrido, e informou, em nota, que rescindiu o contrato com William.

Com informações G1 Rio Grande do Sul

Postar um comentário

0 Comentários