Banner topo

header ads

Cultura de Birigui e Pontos MIS abrem mostra fotográfica que retrata situações domésticas de forma inusitada


A Prefeitura de Birigui, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo, realizou na noite desta quarta-feira (06/10) a abertura da mostra fotográfica “Crônica de Banalidades Ordinárias”, na Biblioteca Municipal “Dr. Nilo Peçanha”. A exposição é uma parceria com o Pontos MIS.

A mostra marca a retomada das atividades culturais na cidade com presença de público. A exposição retrata situações domésticas cotidianas de uma forma o quanto inusitada. Ficará em cartaz na Biblioteca até o dia 12 de novembro, com entrada gratuita de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

“Fomos privilegiados pelo Pontos MIS com esses belos registros fotográficos, reiniciando as atividades culturais tão importantes para a nossa população. Ainda teremos o Flibi, Natal Iluminado e o centenário da Corporação Musical Maestro Antônio Passarelli”, destacou o prefeito Leandro Maffeis.

Para a secretária de Cultura e Turismo, Maria Eliza Castilho Manfré, a exposição é mais um dos passos que a gestão municipal dá para fortalecer as políticas públicas culturais. Ela agradeceu ao Pontos MIS pela parceria e também convidou toda a população para prestigiar a mostra fotográfica.

“Fiquei encantada com cada uma das fotografias que me levaram a enxergar, com um olhar diferente, as banalidades que passam despercebidas em nosso dia a dia. A Biblioteca Municipal está aberta para toda população prestigiar esta valiosa e lindíssima mostra”, afirmou.

Prestigiaram também o evento a produtora cultural do Pontos MIS, Lia Lima; a primeira-dama e secretária de Assistência Social, Silvana Caetano Gomes Leal Milani; o presidente da Câmara, Cesar Pantarotto Junior; e os secretários de Meio Ambiente, André Branco, de Esportes, Cassia Marques, e de Governo, Paulo Henrique Marques; além da equipe da Secultur.

EXPOSIÇÃO

Birigui é uma das seis cidades paulistas contempladas neste mês pelo ciclo de exposições dos Pontos MIS, programa do Museu da Imagem e do Som – instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo de São Paulo – para formação e difusão cultural no Estado.

Nesta mostra, a artista Sylvia Sanchez encena com seu próprio corpo ações que sobrepõem os espaços supostamente antagônicos do estranho e do cotidiano. A partir disso, inventa situações domésticas, constituídas por elementos bastante familiares, mas atravessadas por gestos que parecem semear uma narrativa fantástica.

Postar um comentário

0 Comentários