Banner topo

header ads

Doria e Rodrigo Garcia são recebidos por tucanos da região de Araçatuba

Governador e Vice percorrem o interior do Estado de São Paulo neste final de semana e receberam apoio de 23 prefeitos da região


ARAÇATUBA (SP) - O Governador João Doria recebeu, neste sábado, dia 9, uma das maiores demonstrações de apoio à sua candidatura nas prévias do PSDB, que escolherá no dia 21 de novembro o candidato do partido à Presidência da República. Quarenta e três prefeituras da Região de Araçatuba, que tem 46 cidades, estavam representadas no encontro com Doria, na manhã deste sábado, dia 9, no Califórnia Eventos. Dentre os municípios da região, 23 são administrados pelo PSDB.
 
Anfitrião do dia, o prefeito de Araçatuba, Dilador Borges, afirmou que a região nunca teve tantos recursos financeiros, investimentos em melhorias e desburocratização do que durante os últimos dois anos e meio de gestão. “Os investimentos que temos em Araçatuba são enviados pelo ‘calça apertada”, brincou Dilador, referindo-se a Doria e ao seu estilo. “Já o ‘calça larga’ não manda nada para cá. E não conheço nenhum município da região de Araçatuba que tenha obra com recursos do calça larga”, discursou Dilador, referindo-se a repasses do Governo Federal. “A sociedade não é boba, escolhe sempre o melhor. E o melhor para São Paulo é Rodrigo Garcia e o melhor para o Brasil é João Doria”, afirmou Dilador.

No palco do evento, Doria conquistou apoios significativos como dos representantes do Tucanafro, da Diversidade e da Juventude. Maurício Dário, que falou como porta-voz dos segmentos, foi enfático: “É a primeira vez que nosso partido escolhe um candidato à Presidência da República de forma democrática”, disse. “Se estamos aqui hoje é fruto da vacina. Hoje Araçatuba está assim, com redução de casos, de mortes, de leitos de UTI ocupados por conta do ‘João Vacinador””, afirmou Dário.

Vereadores da região também discursaram. Dr. Jaime José da Silva, vereador por Araçatuba, elogiou a conduta do governador durante a pandemia da covid-19: “João Doria foi atrás da vacina enquanto o povo morria e o doido apenas ria”. Também vereadora, Fernanda Donadoni, do município de Gabriel Monteiro, destacou as ações de enfrentamento ao feminicídio implementadas pelo Governo Doria e a valorização da mulher tanto no mercado de trabalho quanto na representatividade política.

O prefeito de Ilha Solteira, Otávio Gomes, usou até o figurino da calça apertada para brincar com o Governador paulista. “Hoje um político precisa ter coragem e você tem de sobra”, afirmou, olhando para Doria. E recitou um salmo bíblico ao concluir: “Seremos a tua fortaleza e estaremos em oração por você e por Rodrigo Garcia”, disse ao informar que faria campanha junto a outros prefeitos em prol de Doria nas prévias.

Vice-governador de São Paulo e recém filiado ao PSDB, Rodrigo Garcia foi bastante prestigiado no encontro tucano. Ele comparou as prévias “ao primeiro obstáculo de uma corrida de revezamento” cujo objetivo final é vencer em 2022. “Vamos mostrar que é a partir de São Paulo que temos o melhor candidato para o Brasil. É daqui que sairá nosso alicerce. Nosso Estado tem feito história nesses 2 anos e 10 meses do Governo João Doria. E é dando esse testemunho daqui de São Paulo que vamos contagiar o Brasil”, discursou Garcia.

“O bom candidato deixa o conforto da popularidade fácil e tem coragem de tomar decisões difíceis. E Doria não pensou em próxima eleição para tomar decisões, ele pensou na próxima geração”, afirmou Rodrigo Garcia. 

O vice-governador, que tem forte ligação com o interior paulista, fez questão de destacar que São Paulo é o estado que mais cresce no país. “É o Estado que está puxando a economia nacional. Na saúde, estamos fazendo o maior investimento da história do país. E vamos continuar investindo na saúde no pós-pandemia”, disse. “Doria tem história e tem respaldo. E é a partir do exemplo de vida do governador Doria e da gestão de São Paulo, temos aquilo que o Brasil precisa”, completou Garcia.

Discursando para o um auditório cheio com cerca de 400 pessoas, Doria iniciou sua fala homenageando as vítimas da covid-19, pandemia que ceifou 600 mil vidas no Brasil. E destacou realizações e entregas que o Governo manteve mesmo no período mais duro da crise sanitária e econômica. Listou a assinatura de repasses e convênios na Secretaria de Desenvolvimento Regional, que somam o valor de R$ 16,7 milhões. E destacou programas sociais que visam aliviar o descontrole inflacionário, como é o caso de iniciativas como o Vale Gás, que subsidia botijões para famílias pobres. 

LIDERANÇA NAS PRÉVIAS DO PSDB
Em entrevista coletiva, João Doria reafirmou que os tucanos não entram em disputa para perder. “Com respeito e humildade às prévias, mas é daqui de São Paulo que sairá a melhor via para 2022”, afirmou. E, para isso, disse contar com o PSDB de São Paulo, Estado que tem o maior peso tanto nas eleições das prévias quanto para as eleições no país, por ser o maior colégio eleitoral do Brasil.
 
“O tamanho do PSDB de São Paulo foi uma construção de 33 anos e a força do nosso Estado influi em qualquer eleição. É impossível imaginar um candidato viável (para Presidente da República) sem ter uma base sólida em São Paulo”, avaliou o governador. E reafirmou que o tucano vitorioso nas prévias “estará legitimado para dialogar com lideranças de outros partidos e construir a melhor via para devolver esperança ao Brasil”.
 
Indagado sobre sua estratégia para a reta final das prévias do PSDB – faltando 45 dias para o pleito agendado para 21 de novembro –, o governador afirmou que continuará viajando o Brasil, apresentando o que está fazendo por São Paulo, dialogando com tucanos e pedindo voto. “Em São Paulo, enfrentamos o Governo Federal e trouxemos a vacina para os brasileiros. Fomos plural e levamos vacina para todo o país. Não é gerúndio. São Paulo está construindo oito hospitais, investindo no SUS, na educação, tem R$ 50 bilhões para obras e é o estado que está gerando mais emprego no Brasil este ano. Isso não é ao acaso, é fruto de investimento, de gestão. Posso dizer, sem medo de errar, São Paulo é o Brasil que dá certo”, respondeu Doria.
 
O PSDB de São Paulo já realizou encontros com lideranças de 47 regiões do Estado desde julho deste ano. João Doria já esteve em 14 estados desde o início do processo de prévias e seguirá viajando até novembro.

PRESIDENTE PRUDENTE
Ainda neste sábado, dia 9, João Doria e Rodrigo Garcia seguirão por Presidente Prudente, onde almoçam na cidade e se reúnem com lideranças tucanas e militantes às 14h na Unoeste, Cidade Universitária.

Postar um comentário

0 Comentários