Banner topo

Servente suspeito de ter matado mulher asfixiada é preso em Birigui


A Polícia Civil de Birigui (SP) prendeu na manhã deste sábado (27) um servente de pedreiro suspeito de ter matado Larissa Eleutério dos Santos, de 27 anos. O corpo da mulher foi encontrado em uma estrada rural. A vítima apresentava sinais de estrangulamento, tinha um cinto amarrado no entorno do pescoço e estava sem roupas.

Delegados começaram a investigar o caso e obtiveram um mandado de prisão temporária contra o servente de pedreiro de 22 anos.

Segundo o boletim de ocorrência, policiais compareceram à casa do suspeito e conseguiram prendê-lo.

Ele foi levado para a delegacia, onde prestou depoimento e confessou ter usado um cinto para matar Larissa asfixiada durante uma discussão por drogas, mas negou que cometeu estupro.

Os resultados dos exames realizados pelo IML (Instituto Médico Legal) de Araçatuba ainda são aguardados pela polícia.

A informação é de que após prestar depoimento, o servente de pedreiro foi encaminhado para a cadeia de Penápolis. Ele segue à disposição da Justiça.

O corpo de Larrissa foi enterrado no dia 15 de novembro, em um cemitério de Birigui.

Com informações do portal de notícias g1

Postar um comentário

0 Comentários